3 características do bom professor

3 características do bom professor

A popularidade da técnica de micropigmentação está crescendo e, infelizmente, o número de profissionais sem preparação para realizar o serviço também.

Devido ao cenário favorável, muitos micropigmentadores com pouca experiência estão ministrando cursos, sem poder dar um suporte adequado ao aluno.

Os riscos são reais, pois na técnica utiliza-se materiais perfuro cortantes que, se manuseados e descartados incorretamente, podem causar infecções. Sem contar a insatisfação dos clientes com o trabalho realizado e depois a necessidade de refazer ou ter que realizar uma correção.

Para ser um bom professor você deve:

Dominar a teoria

O posicionamento do aparelho é apenas a ponta do iceberg! É preciso conhecer a fisiologia da pele, técnicas de medida, fototipos, ser perito em colorimetria, biossegurança, entre outras informações que serão determinantes no momento de realizar um procedimento.

No entanto, o domínio de conhecimento não deve estar desassociado da capacidade de ensinar, de fazer aprender. De que adianta ter conhecimento e não saber aplicar as informações?
O conhecimento não se faz apenas com conceitos a, b ou c, e sim, com didática, com pedagogia do desenvolvimento do ser humano.

Um ótimo micropigmentador não é necessariamente um bom professor.

Ir além do necessário

O bom professor é aquele que sabe como motivar seu aluno e o prepara não apenas para aplicar uma técnica, mas também para enfrentar o mercado competitivo de trabalho. O zelo pela aprendizagem deve estar explicito nas ações dos mestres, que muitas vezes devem ir além do necessário para formar profissionais completos.

E, referindo-se à técnica, mesmo que você escolha dar aulas do método aplicado apenas nas sobrancelhas, é importante que você saiba como utilizá-lo em outras situações.

Ser um bom exemplo

O seu aluno irá absorver os seus conhecimentos e também terá em você um modelo para agir quando estiver trabalhando na área. Por esse motivo, você deve ser o melhor exemplo, para que esse profissional haja de forma ética e correta.

A sua postura será espelhada! Se você não passar segurança nos seus ensinamentos, com certeza formará profissionais inseguros, que futuramente se frustrarão por não conseguirem colocar em prática o que viram em aula.

Tendo isso em mente, procure uma formação de qualidade, pratique incansavelmente e realize inúmeros trabalhos para, então, poder ensinar aquilo que domina!

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *