Blefaropigmentação em fototipos claros, técnica que mescla Fio a Fio e Shading

Blefaropigmentação em fototipos claros, técnica que mescla Fio a Fio e Shading

Você que acompanha o programa Beleza Feita com Arte, no episódio desta semana a master Marcia Martins, diretora pedagógica da Mag Estética, mostra várias técnicas e dá dicas importantes para a aplicação perfeita da micropigmentação. Neste capítulo, a especialista mostra como aplicar a Blefaropigmentação, que une o Fio a Fio e o Shading, numa pele Fototipo 2, bem clara, com fios finos e muitas falhas.

“É uma grande responsabilidade aplicar essa técnica numa pessoa jovem, com uma pele muito clara, que nunca fez micropigmentação. Por isso, é preciso estar atenta aos detalhes e em todo o material utilizado, dos pigmentos ao dermógrafo, passando pelos tipos de agulhas aplicadas”, explica.

Veja o programa Beleza Feita com Arte na íntegra, clicando AQUI

Para começar, a master explica equipamentos e pigmentos específicos utilizados no procedimento. “Para um Fio a Fio realista, usei o Dermomag Pen Easy e agulha XLT, combinada com o Mag Color Gold Castanho Escuro. Mas ainda é preciso inserir uma interação de luz e sombra. Por isso, incluímos a técnica de Shading para revestir esses fios, usando a mesma agulha, mas numa tonalidade de castanho mais claro. Deu leveza e, ao mesmo tempo, embelezamento na sobrancelha, que ficou mais marcada na área de densidade dos fios”, reforça Márcia.

Durante o processo, a diretora da Mag ressalta ainda usou o Mag Color Gold Marrom para fazer um esfregaço. “Essa técnica complementar dá mais vibração e brilho na cor, com um pigmento mais adequado pro fototipo do cliente”, avalia.

ATENÇÃO NA APLICAÇÃO!

Em peles mistas, os tipos mais comuns e o caso da modelo apresentada no Beleza Feita com Arte, precisam ter cuidados específicos, principalmente na área do T, pegando sobrancelhas.  “Tive auxílio do Dermomag Creme Lubrificante com Azuleno, uma substância extraída da camomila que produz efeito calmante na pele. Além disso, sua composição leva a vaselina oftalmológica, que ajuda na condução da agulha na pele e no Shading. Assim, evitamos eritemas e inchaços”.

Conheça os cursos e especializações em micropigmentação da Mag Estética

Nas manobras com o dermógrafo, é importante ressaltar o movimento pendular utilizado para dar efeito de luz e sombra aos fios. O posicionamento do dermógrafo, na construção dos fios, pode variar entre 60 e 90 graus em relação à pele. “Também é preciso estar atento à marcação epidérmica, que ajuda a não perder o desenho. Mas aqui vai um alerta, nessa fase, a pressão deve ser mínima, apenas para definir o projeto a seguir. Observando bem esses passos, é certeza de sucesso na aplicação da micropigmentação”, finaliza Márcia Martins.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *