O micropigmentador Michelangelo fala sobre o tema de sua palestra

O micropigmentador Michelangelo fala sobre o tema de sua palestra

sintese_miquelangelo_carmo

Michelangelo Carmo é tatuador e micropigmentador há 15 anos. Leciona micropigmentação, técnicas avançadas em sobrancelhas fio a fio, pequenas tatuagens e micropigmentação corretiva. Em sua palestra na 13ª Jornada de Micropigmentação, ele explicará sobre aparelhos nos procedimentos realistas. Acompanhe abaixo o resumo:

DERMÓGRAFO X INDUTOR MANUAL

Hoje em dia temos em nosso mercado uma grande variedade de materiais para a Tatuagem e Micropigmentação. Dermógrafos, máquinas rotativas, e outras ferramentas milenares que com o passar do tempo, tem sido aperfeiçoadas sem perder sua devida originalidade. Temos notado uma grande ascensão da tecnica Microblading (nome Microblading, ato de usar pequena lâmina, que é uma adaptação moderna, para o milenar Tebori/Irezumi), que nada mais é que a implantação de pigmentos na pele através de um indutor manual chamado Tebori. O Tebori/Irezumi (que significa gravar, entalhar com a mão) é uma tradicional técnica japonesa datada do século 17 em que se usa várias agulhas enfileiradas, presas a uma haste. Esta técnica foi comumente usada nas artes de pigmentação da pele até a criação da primeira máquina de bobina por Thomas Edson, que logo foi adaptada para a tatuagem por Samuel O`Reilly. A partir disto o tebori foi substituído pela máquina de tatuagem por muitos artistas, com exceção dos artistas convencionais do Irezumi japonês, que até nos dias de hoje usam o tradicional tebori.

Com a ascensão da micropigmentação, área em que o dermógrafo domina com suas inúmeras funções e tecnologias, como a inovação das agulhas easy click, o tebori tem conquistado seu lugar na arte de esculpir sobrancelhas. Sendo manuseado de forma contínua, sua praticidade, e efeito artesanal revelam traços realistas em mãos habilidosas. Tem por sua característica fios muito finos, quando bem aplicado. Devido a profundidade que atinge, menos invasiva que uma agulha long tape ou extra long tape no dermógrafo, tem menos riscos de expansão. Existem também seus contras, o fato de abrir uma fissura na pele requer um alto domínio da arte para obtenção de bons resultados.

 

 

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *