Na Mag, conscientizar sobre o câncer de mama é no Outubro Rosa e durante todo o ano

Na Mag, conscientizar sobre o câncer de mama é no Outubro Rosa e durante todo o ano

Responsabilidade social, esse é um dos lema que toda empresa comprometida com o Brasil deve seguir. Na Mag Estética, ter consciência de seu papel na sociedade faz parte do seu dia a dia, principalmente quando se trata da saúde da mulher. Por isso, o Outubro Rosa, campanha de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e mais recentemente sobre o câncer de colo do útero, é uma de suas principais bandeiras. 

Seja no diálogo entre colaboradores da empresa, em informações repassadas para as alunas da Mag, ou até nos trabalhos voluntários de Micropigmentação Areolar que oferece dentro do Hospital da Mulher Pérola Byington, para mulheres mastectomizadas, o chamado Projeto Colorir.

“A ideia do projeto começou depois que o SUS incluiu a reconstrução de mama nos seus procedimentos. Como a pigmentação da aréola não é inclusa, aquela mulher saia sem o acabamento mamário do hospital e decidimos mudar essa realidade”, explica Liniria Reinaldo, professora da equipe Mag Estética.

“O que me chamou a atenção foi o caso de uma paciente que, ao sair do banho, se lamentava em não ver mais aquele colorido ali no seio. Buscamos devolver autoestima da mulher através das cores, da vida que faltava”, completa Liniria.

Para Andrea Martins, diretora geral da Mag, a realização também é do profissional e da empresa, que consegue mudar a vida de milhares de mulheres com este gesto. “Temos muito orgulho e satisfação de poder oferecer esse serviço para devolver a vida de muitas pacientes. É gratificante”, coloca.

“Temos muito orgulho e satisfação de poder oferecer esse serviço para devolver a vida de muitas pacientes”, diz Andrea Martins (na foto, da esquerda para direita: Andrea Martins, Magda Martins e Márcia Martins, diretoras da Mag Estética)

Prevenir é a saída

Um estudo realizado na Faculdade de Medicina da Universidade do Colorado (Estados Unidos), descobriu que se mulheres entre 40 e 84 anos fizerem mamografia anualmente, o percentual de mortes pode ser reduzido em 40%. Nos EUA, metade das mulheres com mais de 40 anos fazem mamografia somente a cada dois anos, aumentando chances de um diagnóstico em estágio mais avançado.

No  Brasil, durante o mês de outubro há um aumento de pelo menos 30% na quantidade de mamografias realizadas em toda a rede pública e privada. Mas, para que a campanha internacional Outubro Rosa seja um sucesso, é fundamental que as mulheres com mais de 40 anos agendem seus exames desde já.

 

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *