Técnica milenar transforma o visual das sobrancelhas

Técnica milenar transforma o visual das sobrancelhas

marcia_2015

Um pouco de história…

A tatuagem foi originada no Japão por volta de 10.000 a.c. e atualmente é considerada uma forma de arte e expressão.  Um dos métodos mais tradicionais de tatuagem é o “tebori”, cujo significado é “entalhado à mão” ou “esculpido à mão”.

Tudo o que é tradicional pode se tornar novo, a antiga técnica do tebori que antecedeu as máquinas de tatuagem, ressurge nos dias de hoje com adequações para se elaborar a arte do fio a fio em sobrancelhas.

A técnica de tebori qu12787442_1001357306613080_1265129638_oe é usada hoje na micropigmentação passou por apropriações e teve seu estilo mudado, diferente daqueles instrumentos feitos de bambu com conotações decorativas e tem conotações puramente estéticas e cosméticas.

Como é feito…

Também conhecido como microblading, o método consiste em utilizar lâminas presas a um indutor manual (tebori), com o qual o operador realiza os desenhos dos fios em uma ou duas investidas na pele. O toque tem que ser macio para não provocar fissuras muito profundas. Pequenos sangramentos podem acontecer, por isso é fundamental a anamnese completa da pele para que o operador possa atuar com precisão.

Com a finalidade de embelezar, corrigir e realçar as sobrancelhas – e considerando-se que a sobrancelha é o único elemento do rosto que muda de posição – os resultados obtidos com esta té12787526_1001357179946426_1080949586_ocnica, assim como a de dermógrafo, devem ser temporários e não definitivos.

Efeitos totalmente realistas exigem muitos detalhes e uma forma de executar isso é agregar o dermógrafo ao trabalho como uma forma menos agressiva para os detalhes de degrade e volume. Aliado ao dermógrafo, o tebori é capaz de produzir fios e esfumados de profundidade com muita delicadeza.

Com isso, o profissional necessita de um treinamento intenso para conquistar um trabalho limpo, tem que haver muita segurança em relação às informações que são dadas durante os cursos.

Para esse tipo de capacitação são necessárias 4 etapas:

  • Entendimento da técnica de tebori e dos materiais a serem utilizados,
  • Definição das construções de fios para se trabalhar com indutor manual.
  • Treinamento em telas artificiais
  • Treinamento em modelos

 

São necessárias pelo menos 14hs de preparação em curso, para que o pigmentador atue com segurança. O método é muito simples, mas exige vários critérios a serem seguidos.12776726_1001357229946421_1463516349_o

Tem que haver um minucioso trabalho de higienização das peças que fixam a lâminas ao indutor, porque durante a sessão elas entram em contato com o pigmento. Pensando na biossegurança e enriquecendo os critérios da técnica, a Mag Indústria elaborou um indutor manual (tebori) que pode ser levado à autoclave.

Feito com aço cirúrgico, o tebori/mag pode ser colocado na autoclave sem precisar desmontar nenhuma peça, pois o sistema usado acopla tudo em um mecanismo só, que agarra e solta as lâminas sem precisar desmontar e principalmente extraviar as peça.

 

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *